Euro 2004 – Estádio Axa – Braga Quarta-feira, Jan 13 2010 

O estádio mais emblemático do Euro 2004 custou 83 milhões de euros e foi desenhado pelo Eduardo Souto Moura.

Anúncios

Euro 2004 – Estádio D. Afonso Henriques- Guimarães Quarta-feira, Jan 13 2010 

Mais um estádio remodelado para o Europeu de 2004, construído em 1930 este estádio foi remodelado para o Campeonato da Europa de 2004, com um custo de 30 milhões de euros o estádio passou a ter uma lotação de 30 000 lugares.

Euro 2004 – Estádio do Bessa – Porto Quarta-feira, Jan 13 2010 

O Estádio do Bessa foi um dos quatro estádios remodelados para o Euro 2004, quando terminaram as obras o estádio tinha uma capacidade para 30 000 lugares e custou 45 milhões de euros.

Euro 2004 – Estádio Municipal Aveiro – Aveiro Quarta-feira, Jan 13 2010 

O Estádio Municipal de Aveiro foi o terceiro estádio desenhado pelo Tomás Taveira para o Europeu de 2004. Tal como no Alvalade XIXI e o Municipal de Leiria este estádio tem uma forte componente cromática, com 30 000 lugares, este estádio custou 62 milhões de euros.

Euro 2004 – Estádio Cidade de Coimbra – Coimbra Quinta-feira, Out 29 2009 

Coimbra01Coimbra02Coimbra03

O Estádio Cidade de Coimbra foi renovado com vista o Euro 04, com uma capacidade para 30 000 Lugares tem sido usado para vários concertos. Recebeu dois jogos da Fase de Grupos.

Euro 2004 – Estádio Magalhães Pessoa – Leiria Quarta-feira, Out 28 2009 

Leiria01Leiria02Leiria03

O Estádio Magalhães Pessoa foi um dos estádios renovados para o Euro 2004. Ficou com uma capacidade para 24 000 espectadores e o custo de renovação foi de 20 milhões de euros. Desenhado pelo polémico Tomás Taveira o estado leiriense recebeu dois jogos da Fase de Grupos do Euro 2004.

Euro 2004 – Estádio do Algarve – Faro/Loulé Quarta-feira, Out 28 2009 

algarve01algarve02algarve03

O Estádio do Algarve foi inaugurado a 23 Novembro de 2003. Situa-se na fronteira entre os município de Faro e Loulé. Tem uma capacidade para 30 000 espectadores e custou 30 milhões de euros. Recebeu dois jogos da fase de grupos e um jogo dos Quartos de Final. É o palco da final da Taça da Liga.

Euro 2004 – Estádio Alvalade – Lisboa Quarta-feira, Out 28 2009 

Alavalade01Alavalade02Alavalade03

O Estádio de Alvalade ou Alvalade XXI é o estádio do Sporting CP. Construído em 2003, custou 105 milhões de euros e tem capacidade para 50 000 lagartos. O arquitecto deste estádio é o famoso Tomás Taveira, isso nota-se na profusão de cores nos azulejos do estádio, algo que fez com que fosse conhecido como WC XXI. Recebeu três jogos da Fase de Grupos, um jogo dos Quartos de Final e uma Meia Final do Euro 2004. Em 2005 foi palco da Final da Taça Uefa, a qual foi perdida pela equipa da casa 3-1.

Euro 2004 – Estádio da Luz – Lisboa Quarta-feira, Out 28 2009 

Luz01Luz02Luz03

O Estádio da Luz ou Cesta do Pão como também é conhecido é um estádio de 65 000 Lugares. Construído em 2003 custou 155 milhões de euros. O seu projecto é o mesmo do estádio Emirates do Arsenal. Em 2001 os responsáveis do Benfica lutavam contra o tempo para porem de pé um projecto de estádio novo, recorreram à HOK Sports, a qual usou o projecto em curso do estádio do Arsenal para fazer o novo estádio do Benfica. Mas como o clube da Luz não podia pagar os 350 milhões de euros do estádio Londrino teve que fazer cedências, a maior parte delas prende-se com o aspecto exterior do estádio, o qual parece incompleto e feio. Este estádio recebeu três jogos da fase de grupos, um jogo dos Quartos de Final e a Final do Euro 2004.

Estádio do Dragão – FC Porto Quinta-feira, Fev 22 2007 

dragao01dragao02dragao03

Para inaugurar este blogue nada como o estádio do meu clube, o Estádio do Dragão foi inaugurado a 16 de Novembro de 2003 e já têm uma rica história. Jogando naquele estádio o FC Porto já venceu 1 Liga dos Campeões, 1 Taça Intercontinental, 5 Campeonatos, 3 Supertaças e 2 Taças de Portugal. Com uma capacidade para 50 000 lugares, este é um estádio classificado com 5 Estrelas pela UEFA, o que faz com que possa receber qualquer final europeia. Além disso foi o 1º estádio europeu a receber um certificado ambiental emitido pela UE, dado que o estádio faz um uso racional da energia que consome, as aguas da chuvas são recicladas e usadas na rega do relvado, a presença de células fotovoltáicas na cobertura faz com que o estádio seja quase auto-suficiente a nível energético. Um grande estádio.